Blog

Wander Marcílio

Mercado Central recebe Feira de Cerâmica mineira

Neste ano, a Feira de Cerâmica MG celebra sua 34ª edição com dupla comemoração: 20 anos de atividades do evento junto com os 90 anos do Mercado Central de Belo Horizonte. O evento começou nesta quinta, 28 de novembro, e vai até domingo, 1º de dezembro, e contará com 44 expositores e ainda 9 oficinas, abertas ao público.

Também ocorrerão duas performances especiais e uma vivência, em que o objetivo é explorar as relações dos alimentos do Mercado com a cerâmica.

Saiba mais sobre as atrações que acontecerão e venha comemorar e apreciar a arte mineira. 

“Pluriverso” 

A performance reúne o trabalho dos artistas e a diversidade dos alimentos do Mercado, que serão preparados pela chef Joseane Jorge e oferecidos ao público dentro das peças cerâmicas. 

A singular pluralidade das coisas que se encontram no Mercado Central e dos artefatos produzidos pelos ceramistas que promovem a Feira de Cerâmica é a essência desta proposição. A partir de relações estabelecidas com os estabelecimentos do Mercado e com os ceramistas participantes, propõe-se uma intervenção culinária que une essas particularidades em misturas de sabores e objetos para degustação do público.

Ela acontece na quinta, dia 28, das 14h às 16h, no mezanino da Feira.

Pilar: onde estamos pisando

A artista Luiza Nery caminhará pela feira, ofertando a famosa broa cubu, que é feita em folha de bananeira e outros ingredientes do Mercado. O trabalho como fundamento, fundação, determinante geográfico. “Pilar: onde estamos pisando” é uma ação que visita a história antiga e recente da atividade econômica de Minas Gerais no esforço de lembrar o trabalhador como aquele que sublima a exploração e imbui a cultura de símbolos, de força, de afeto. A performance será no domingo, às 10h no mezanino da feira.

Uma visão alternativa no processo criativo da cerâmica

O evento também terá uma convidada especial: a ceramista e professora Maria Chamone, da Associação Louis Braille, que realizará a vivência “Uma visão alternativa no processo criativo da cerâmica”.

A vivência com Maria Chamone será na sexta, dia 29, às 14h, na sala de oficinas. Ela está dividida em dois momentos: de fala e prática. Primeiro, apresenta como é a cerâmica na casa onde vivem as ceramistas da associação e, em seguida, a atividade prática “uma pequena revoada”, que vai trabalhar a criação de uma peça com uma técnica de modelagem desenvolvida pela convidada.

 

Período: de 28 de novembro a 1º de dezembro de 2019 (de quinta a domingo)

Horários: 

Quinta-feira, 28 de novembro: das 9h às 18h     

Sexta-feira, 29 de novembro das 9h às 18h               

Sábado, 30 de novembro: das 9h às 18h               

Domingo, 1º de dezembro: das 9h às 13h